• Dra. Paula Reichert Leite

Esteatose Hepática


A Esteatose é uma doença silenciosa e pode levar à cirrose (fibrose hepática) e câncer de fígado, e aumenta o risco cardiovascular (infarto, AVC) e Alzheimer. E o chocante é o número de crianças afetadas nas últimas duas décadas... reflexo de hábitos de vida ruins! O diagnóstico é feito por Ultrassonografia, e exames de função hepática.


Pode ser Alcoólica ou Não-Alcoólica . Aqui abordaremos a segunda.


É causada por Disbiose Intestinal (alteração entre a proporção de bactérias boas e patogênicas), Resistência Insulínica (RI), Obesidade, excesso de circulação de gorduras no sangue. A Inflamação Crônica aumenta a produção de radicais livres, que oxidam o LDL e Triglicerídeos e causam lesões no fígado e vasos sanguíneos (aterosclerose). Os adipócitos viscerais (gordura abdominal) secretam citocinas que geram essa inflamação crônica. Isso induz Resistência Insulínica, também inflamatória.


Já a Disbiose intestinal leva ao aumento da permeabilidade intestinal ou Leaky Gut, que é a separação dos enterócitos (células intestinais), permitindo a entrada de macromoléculas, toxinas e bactérias para o sangue. O LPS (lipopolissacarídeo) das bactérias GRAM negativas causa uma reação imunológica inflamatória, que leva à Resistência Insulínica, aumento de colesterol e triglicérides, com consequente esteatose, obesidade, aterosclerose.


Percebe a grande culpada??? A causadora dessa bola de neve??!


Inflamação Crônica! Causada por disbiose, maus hábitos de vida (privação de sono, alimentação inflamatória, stress, sedentarismo). E é uma bola de neve.... Obesidade visceral leva à inflamação, que leva à mais obesidade...


O tratamento consiste em corrigir as causas:















3 views0 comments