top of page
  • Writer's pictureDra. Paula Reichert Leite

Mercúrio




O Mercúrio (Hg) é um metal pesado altamente tóxico e cumulativo que pode causar graves problemas de saúde. A exposição ao Hg ocorre principalmente através do consumo de peixes contaminados (Atum, Robalo, Merlim, Peixe espada), inalação de vapores de mercúrio (obturações dentárias de amálgama), vacinas com timerosal (conservante em vacinas de múltiplas doses por frasco, como as de gripe, meningite, difteria e tétano) ou contato com produtos que o contenham (cosméticos. Veja a lista de clean label que indico aqui)


Hg é altamente tóxico para as mitocôndrias (por isso fadiga é o sintoma mais comum), afetando TODAS as células do nosso corpo. Outras repercussões:

- Sistema nervoso: Tremores, insônia, perda de memória, dificuldade de concentração, alterações de humor, dores de cabeça, fraqueza muscular, Alzheimer.

- Sistema endócrino: hipotireoidismo, resistência insulínica, diabetes, irregularidades menstruais, infertilidade, disfunção erétil e hipogonadismo, desregulação do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (HPA).

- Rins: Danos renais, insuficiência renal e proteinúria.

- Sistema cardiovascular: Aumento da pressão arterial e risco de doenças cardiovasculares.

- Sistema imunológico: Desregulação do sistema imunológico, tornando o corpo mais vulnerável a infecções e autoimunes.

- Sistema reprodutivo: Problemas de fertilidade, aborto espontâneo e defeitos congênitos.

- Outros: Irritação da pele, problemas respiratórios e distúrbios gastrointestinais.


São Grupos de risco:

- Grávidas e lactantes: O mercúrio pode atravessar a placenta e o leite materno, afetando o desenvolvimento do feto e do bebê.

- Crianças: O sistema nervoso em desenvolvimento das crianças é particularmente vulnerável aos efeitos tóxicos do Hg, e ele tem relação com autismo

- Pessoas que trabalham em indústrias que utilizam Hg, como a mineração e a produção de cloro-soda, têm maior risco de exposição


Prevenção:

- Consumir peixes com baixo teor de Hg: peixes menores e de água fria, como salmão, sardinha e truta, e evitar peixes predadores de grande porte, como tubarão, peixe-espada, atum e robalo

- Limitar o consumo de frutos do mar: Seguir as recomendações de consumo de peixes e frutos do mar, especialmente para gestantes e crianças

- Evitar a exposição a vapores de mercúrio: Remover restaurações seguindo protocolo de biossegurança em dentista habilitado


Tratamento:

- Protocolos orais e venosos com agentes quelantes e oxidantes, com médico capacitado!



Curiosidade: A toxicidade do mercúrio varia de acordo com sua forma química:


- Mercúrio elementar (metálico): Menos tóxico quando ingerido, mas a inalação de seus vapores pode causar danos pulmonares e neurológicos.

- Mercúrio inorgânico (sais): Causa irritação gastrointestinal, danos renais e neurológicos.

- Mercúrio orgânico (metilmercúrio): A forma mais tóxica, acumula-se em peixes e frutos do mar, causando danos neurológicos graves, especialmente em fetos e crianças.

4 views0 comments

Commentaires


bottom of page