top of page
  • Writer's pictureDra. Paula Reichert Leite

Terapia de Reposição Hormonal na Perimenopausa e Menopausa


Se você tem medo de TRH ou acha que ela só serve para quem tem fogachos, esse post é para você!


Os estudos dos últimos 5 anos desmistificaram muito a TRH na perimenopausa e menopausa, 20 anos após o WHI (estudo extremamente mal desenhado que trouxe desfechos desfavoráveis e com isso deixou médicos e pacientes em pânico por duas décadas!).

A FIGO (International Federation of Gynecology and Obstetrics) publicou em Janeiro um artigo ajudando a clarear o assunto (DOI: 10.1002/ijgo.15278).


Sintomas precoces como fogachos, alterações de humor e sono, dor de cabeça e piora da capacidade cognitiva são muito perturbadores e podem surgir alguns anos antes do último período menstrual.


Sintomas mais tardios como aumento de adiposidade em região abdominal, dislipidemia, aumento da pressão arterial, atrofia urogenital, disfunção sexual, osteoporose com aumento de fraturas podem ser mais insidiosos e tardios.


Peri e menopausa, principalmente se muito sintomática, acelera o envelhecimento e aumenta o risco cardiovascular.


Transição menopausal/ Perimenopausa

• Precoce: dura alguns anos e é caracterizada por intervalos menstruais variando mais do que 7 dias entre os ciclos

Sintomas: Ondas de calor, suores noturnos, alterações de humor, distúrbios do sono, diminuição da libido, secura vaginal.

Devemos iniciar a TRH nessa fase!


• Tardia: 1 a 3 anos antes do último ciclo menstrual, com aumento do intervalo maior que 60 dias entre os ciclos


Menopausa é definida 12 meses após a última menstruação


TRH melhora:

- Longevidade

- Cognição, humor, sono, demência

- Fogachos

- Saúde óssea e muscular

- Lubrificação vaginal, libido

- Infecções urinárias e atrofia urogenital

- Resistência insulínica e diabetes

- Reduz câncer de cólon

- Quando iniciada nos 10 primeiros anos de menopausa não aumenta infarto, AVC, tromboses (se o estradiol for transdérmico por creme, patch ou implantes)

- Estradiol + Progesterona micronizada não aumentam CA de mama nem endométrio, mas podem aumentar de ovário


Contra indicações de TRH devem ser avaliadas caso a caso pois nem sempre são absolutas: História PESSOAL de cancer de mama, doença hepática avançada, insuficiência coronariana, evento tromboembólico ativo.


Conclusão:

- Não pegue para você as contraindicações de suas parentes!

- O tipo de hormônio importa (progestina é completamente diferente de progesterona, assim como estrogênio equino conjugado não é o mesmo que estradiol).

- A via de administração importa (estrogênios via oral podem aumentar tromboses mas via transdérmica e implantes não). Mulheres com histórico de câncer de mama podem usar alguns hormônios via vaginal com segurança.

- A janela de oportunidade importa. Iniciar a TRH nos primeiros 10 anos de menopausa é muito melhor do que após esse período.

- TRH em uma mulher com composição corporal boa e hábitos de vida saudáveis é muito melhor. Portanto responsabilize-se pela sua parte! Obesidade aumenta 10x cancer de endométrio e 2x o de mama.

- TRH não serve apenas para fogachos!


Ajude a divulgar essa informação!

6 views0 comments

Related Posts

See All

Taurina

Esse aminoácido pode mudar sua vida! Um dos meus suplementos favoritos, é um aminoácido essencial, ou seja, o corpo pode sintetizar, mas em situações de estresse ou doença a produção pode não ser sufi

Opmerkingen


bottom of page