• Dra. Paula Reichert Leite

Aterosclerose na Medicina Funcional

Updated: Jun 30




Você ainda está preso às teorias da década de 80 dizendo que a gordura da alimentação é que causa Aterosclerose? Apenas 20% do seu colesterol vem da dieta! Os 80% restantes são formados no corpo. Resistência Insulínica e Inflamação crônica aumentam isso.


Diversos estudos na última década já descartaram essa hipótese. Aterosclerose é causada por INFLAMAÇÃO!!! Não é o Colesterol o problema... São seus maus hábitos de vida:


- Privação de Sono: é no sono que fazemos Detox e desinflamamos! Genes ruins são silenciados, Genes bons são ligados. Neurotransmissores, Hormônios e Microbiota intestinal são otimizados!

- Dieta Inflamatória, rica em ólóleos vegetais refinados (girassol, canola, milho, soja), farináceos (pães, bolos), gordura trans (sorvete, margarina, bolachas recheadas), açúcar e sal refinados, conservantes, corantes, agrotóxicos, álcool.

- Baixo consumo de gorduras boas (azeite, abacate, castanhas e sementes), verduras, legumes e frutas, peixes, fibras, água.

- Toxinas como Fumo, álcool, metais pesados, agrotóxicos, plásticos (BPA),

- Sedentarismo: exercícios otimizam metabolismo, hormônios, neurotransmissores e microbioma. Ativam genes bons (anti-inflamatórios e anti-oxidantes, de longevidade) e silenciam genes ruins.

- Obesidade: adipócitos brancos, da gordura abdominal visceral, são fábricas de citocinas inflamatórias, que ativam genes ruins. Obesidade aumenta o risco para todas as doenças crônicas, inclusive câncer.

- Stress: Cortisol e catecolaminas são inflamatórios a longo prazo. Maneje o stress com Terapia, Meditação, Pranayama, Hobbies, Grounding, Amizades (veja post anteriores).

- Relacionamentos ruins, abusivos, negligentes aumentam stress.


Tudo isso leva à Disbiose Intestinal (redução das boas bactérias e aumento das más),  levando a Leaky Gut (Síndrome do Intestino Permeável). Na saúde nossos enterócitos (células do intestino delgado) são grudados firmemente aos vizinhos. Assim, nenhuma macromolécula alimentar ou bactéria entra na corrente sanguínea. Maus hábitos de vida causam afrouxamento entre as células, permitindo a entrada deles no interstício e vasos sanguíneos, desencadeando uma reação imunológica exacerbada, com Resistência Insulínica, Aumento do stress oxidativo (produção de radicais livres), que ativam genes inflamatórios e silenciam genes antioxidantes e antiinflamatórios. O LPS de bactérias intestinais GRAM negativas é extremamente inflamatório! Sabia que biópsias de placa de ateroma encontraram bactérias intestinais?


Como a Aterosclerose acontece?

Há lesão do endotélio (camada de células que reveste vasos sanguíneos) por Hipertensão , Inflamação e radicais livres, com aumento de citocinas innflamatórias IL-6, TNF, Proteína C reativa (um marcador de risco cardiovascular). O excesso de LDL extravasa para o interior do endotélio e é oxidado. Isso recruta monócitos, que se diferenciam em macrógafos, que fagocitam o LDL oxidado, formando um tecido espumoso, que é calcificado e fibrosado e que estimula a agregação plaquetária. Isso é Aterosclerose.


Percebe que o colesterol não é a causa? Fazendo uma analogia, ele foi encontrado na cena do crime pela pela policia (médicos legistas fazendo biópsias da placa de ateroma na década de 80) e foi culpado. Mas a causa são os SEUS maus hábitos de vida, que geram inflamação crônica. (Leia o post sobre Esteatose Hepática). A Aterosclerose e resistência insulínica levam a Infartos, AVCs, Alzheimer, Câncer, Doenças Auto-Imunes, Depressão, Ansiedade, Alterações Hormonais, Obesidade.


O Colesterol não é vilão! Ele é necessário para formar:

- Membranas de todas as células do nosso corpo (inclusive neurônios);

- Hormônios esteróides (vitamina D, Progesterona, Testosterona, Estrogênio, DHEA, Cortisol)

- Ácidos biliares para absorção de nutrientes no intestino.


Ao inibir sua síntese com Estatinas bloqueamos a formação dessas substâncias e também Coenzima Q10 (um super antioxidante que produzimos nas mitocôndrias). Assim, estatinas levam a Diabetes, Alzheimer, Redução de Libido, Letargia, Osteoporose, Mialgia, Alterações Imunológicas, de Neurotransmissores (depressão, ansiedade, insônia) e Endócrinas. O uso deve ser criterioso! E após excluídas causas de aumento de LDL:

- Resistência Insulínica e Síndrome Metabólica

- Hipotireoidismo

- Infecções

- Leaky Gut

- Genética


O LDL e VLDL têm partículas menores, mais aterogênicas! O HDL ajuda a retirar o LDL dos tecidos e levar ao fígado onde é metabolizado! Os Triglicerídeos são encontrados em gordura animal e formados no nosso corpo quando consumimos açúcar, álcool e carboidratos simples (batata, farináceos como bolachas, pães e bolos) e são armazenados em células gordurosas (subcutâneo e visceral), sendo altamente inflamatórios.


Leia o post de Metilação, já que Homocisteína também aumenta muito essa bola de neve! E o de esteatose Hepática para entender melhor a fisiopatogenia.



Assim, para reduzir seu risco cardiovascular, reduza a Inflamação:


1. Priorize seu Sono! É no sono que ativamos o detox e desinflamamos!


2. Alimentação sem óleos vegetais (canola, soja, girassol, etc), açúcar refinado, sal em excesso, farináceos, alimentos processados.


3. Alimentação rica em Azeite de Oliva, Abacate, fibras, castanhas e sementes, peixes, folhas, legumes, frutas. Fitoquímicos dos vegetais são poderosos antioxidantes!


4. Evite toxinas! Álcool, fumo, agrotóxicos, antibióticos, plásticos (BPA), metais pesados.


5. Hidrate-se com água!


6. Movimente-se diariamente;


7. Maneje o Stress! Terapia, Hobbies, Meditação, Pranayama, Grounding (ver posts anteriores), Socialização.


8. Cultive relacionamentos saudáveis. Negligência e Abusos físicos e psicológicos aumentam cortisol e catecolaminas, aumentando inflamação e stress oxidativo!


9. Mantenha Peso adequado (adipócitos da gordura abdominal são fábricas de citocinas inflamatórias).


10. Suplementos/ alimentos anti-inflamatórios: Ômega 3, Curcumina (açafrão-da-terra), Ácido Alfa Lipóico, Quercetina, Resveratrol, Gengibre, Cacau, Chá Verde, Espirulina, óleo CBD, Zinco, Magnésio, Vitamina D, Melatonina, CoQ10.



3 views0 comments

Related Posts

See All