• Dra. Paula Reichert Leite

Metilação


O que essas doenças têm em comum?


Alterações na Metilação!


A Metilação é doar ou remover um grupo metila (CH3) a aminoácidos, DNA, enzimas, e com isso alterar sua molécula. Ocorre em todas as células do nosso organismo, mais de 1 bilhão de vezes por segundo!


Funções da metilação:

- Detoxificação de várias substâncias como metais pesados, toxinas ambientais e metabólitos. A Glutationa está reduzida.

- Produção de ATP (energia) nas mitocôndrias

- Regulação da expressão de genes (ligar e desligar genes)

- Reparo do DNA

- Regulação da síntese e metabolismo de Hormônios e Neurotransmissores

- Ativação de substâncias como a vitamina B9 e B12.

- Metabolismo da HIstamina, aumentando intolerância alimentares, alergias e alterando o sistema imune.

- Algumas das moléculas formadas pela metilação: Melatonina, Carnitina, Creatina, Coenzima Q10, Fosfatidilcolina.


Você sabia que 30% da população tem Polimorfismo do gene MTHFR? (Polimorfismos são alterações genéticas em >1% população).


Esse gene codifica a enzima Metilenotetrahidrofolato redutase, que aumenta a formação de 5- metiltetrahidrofolato (5-MTHF), um co-substrato para a remetilação da Homocisteína em Metionina e formação de SAMe (nosso maior doador metílico). Com o acúmulo de Homocisteína há maior incidência de doenças cardiovasculares (aterosclerose e tromboses, infarto, AVC), defeitos do tubo neural (mais abortamentos e mal formações), ansiedade, depressão, esquizofrenia, Alzheimer, TEA (autismo) , TDAH (déficit de atenção), e alguns tipos de cancer.


Descobrimos esse Polimorfismo através de exames genéticos. Mas na prática altos nÍveis de homocisteína e baixos níveis de B6, B12, já indicam provável polimorfismo.


Além de polimorfismos do MTHFR existem outros genes ligados à metilação: COMT, VDR, MTR, MTRR e CBS.


Mas genética não é destino!


O tratamento é com:

- Modificação de Estilo de Vida: Priorizar seu Sono é fundamental! Assim você otimiza sua detoxificação e produção de Neurotransmissores e Hormônios. Sono adequado aumenta metilação!

- Dieta rica em folato (folhas verdes escuras, lentilhas, aspargos, brócolis, fígado);

- Dieta rica em colina: gema de ovos, gérmen de trigo e fígado; A colina modula a metilação através da Betaína homocisteína Metil Transferase (BHMT) e SAMe.

- Suplementação de formas ativas (metiladas) de Vitaminas B9 (Metilfolato) e B12 (metilcobalamina). Nunca use ácido fólico, pois não é bem convertido e acaba acumulando metabólitos que pioram ainda mais o quadro;

- Suplementação com Trimetilglicina (Betaína).

- Suplementação com Creatina: já que a síntese endógena de Creatina consome 40% dos grupos metil criados no ciclo de metilação.



4 views0 comments

Related Posts

See All